• NOTICIAS

      24/10/2018 | CCLA e ABAL Campinas em Encontros Musicais

      Recital nas vozes do Ópera Estúdio da UNICAMP

      Rebeca de Oliveira, Maria Rúbia, Clóvis Português, Beatriz Espósito, Ramon Mundin, William Donizetti, Sarah Migliori, Tiago Roscani, Isabelle Dumalakas, Leandro Cavini


      Nesta sexta-feira, 26/10, às 20 horas, no auditório do CCLA (Centro de Ciências, Letras e Artes, rua Bernardino de Campos, 989, Centro, tel. 3231-2567), a ABAL Campinas apresenta mais um recital da série Encontros Musicais, com estudantes de Canto Lírico do Ópera Estúdio Unicamp, sob a direção artística e piano do Prof. Ângelo Fernandes. No repertório consta uma seleção da árias, duetos e quartetos de óperas de Donizetti, Gounod, Verdi, Carlos Gomes e Puccini, com os sopranos Beatriz Esposito, Isabelle Dumalakas, Maria Rubia Andreta, Rebeca de Oliveira; a mezzo-soprano Sarah Migliori; os tenores Clóvis Português, Ramon Mundin, Tiago Roscani; o barítono Willian Donizetti e o baixo-barítono Leandro Cavini.

      Os momentos operísticos são os seguintes: “Aure di Roma... Tacqui allor... l'abbandonai" (da Ópera L'Esule di Roma), de G. Donizetti; “Faites-lui mes aveux” (da ópera Faust), de C. Gounod; “E lucevan le stelle” (da ópera Tosca), de G. Puccini; de Carlos Gomes, “Mia piccirella” (Salvator Rosa); “Di sposo... di padre” (Salvator Rosa); “O ciel di Parahyba” (Lo Schiavo); da Il Guarany, teremos “Oh,quanto è bello il ciel”, “Senza tetto, senza cuna“ e “Sento una forza indomita”; e da Rigoletto, de G. Verdi, serão apresentados “Questa o quella”, “Caro nome” e o quarteto “Un di, se ben rammentomi”, e o quarteto “Donde lieta usci... Dunque è proprio finita!”, da La Bohéme, de G. Puccini.

      A Associação Brasileira Carlos Gomes de Artistas Líricos mantém um dos principais programas de popularização da música operística e canções eruditas em Campinas, há mais de 36 anos. Em 18 de dezembro de 2018 a entidade celebrará 37 anos da série “Encontros Musicais”, cujo objetivo é manter viva a obra e a vida de seu patrono, Maestro Antônio Carlos Gomes. A ABAL Campinas foi criada a partir de uma reunião realizada em outubro de 1981, na sede da Associação Campineira de Imprensa (ACI). No encontro, sob o lema “Para Nossa Voz Queremos Vez”, um grupo de artistas, liderado pelo tenor Alcides Ladislau Acosta, gerou essa atividade de recitais com solistas líricos, conjuntos de câmera, corais e declamadores. A entidade é dirigida pela Diretoria Executiva, que realiza trabalho não remunerado, voluntário, e possui associados contribuintes e honorários. Integram os cargos diretivos, além do presidente Alcides Acosta, o tenor João Gabriel Bertolini Coelho, vice-presidente; o pianista José Francisco da Costa, Diretor Artístico; Sara Valadares Ribeiro dos Santos, Diretora Secretaria; José Eduardo Gagliardi Florence Teixeira, tesoureiro e diretor de Marketing; as sopranos Marina de Souza Campos Gabetta, diretora social, e Norma Peyrer Monteiro, diretora adjunto. O Presidente Honorário Perpétuo é o tenor Savério Palmieri (in Memoriam).

      Entrada franca.

      Alcides Acosta





  • VIP IN TOUCH

  • CONTACT

  • Revista Vip Virtual

  •