• COBERTURAS


      03/12/2014 | Ciesp Campinas - Indicadores
      Local: Rua Padre Camargo Lacerda, 37
      Cidade: Campinas
      Cobertura por: Augusto Barretto

      INDÚSTRIA REGIONAL APRESENTA AS PERSPECTIVAS PARA 2015
       

      O Ciesp-Campinas e a Facamp apresentaram, nesta quarta (3 de dezembro), o balanço do ano da indústria regional e as perspectivas para 2015. O diretor do Ciesp-Campinas, José Nunes Filho, afirmou que não há muito o que comemorar em 2014. O nível de emprego em outubro, último dado da pesquisa, aponta um saldo de 700 demissões na indústria regional. No acumulado do ano, de janeiro a outubro, o saldo é de 950 demissões. Já nos últimos 12 meses, o nível de emprego indica a perda de 3.850 postos de trabalho. Na análise do diretor do Ciesp-Campinas, a crise hídrica dos últimos meses na região, ainda não está refletida nessa queda do nível de emprego, mas se esse quadro de escassez de água continuar ocorrendo nos próximos meses, o desenvolvimento econômico e o emprego, podem ser afetados em 2015. Especificamente sobre o próximo ano, com relação ao nível de emprego, ele não acredita em uma reversão positiva, uma vez que os aspectos estruturais da economia até o momento estão mantidos. Nunes também comentou as expectativas em relação ao futuro da economia com o novo Governo Federal. Embora elogiando a indicação de Joaquim Levy para o ministério da Fazenda, o diretor do Ciesp-Campinas teme que as ingerências partidárias possam comprometer o seu trabalho, por exemplo, no sentido de reverter o déficit público.

      O diretor de Comércio Exterior do Ciesp-Campinas, Anselmo Riso, comentou que a balança comercial da região de Campinas segue negativa, sem perspectivas de reversão para os primeiros meses de 2015. No acumulado de 2014, de janeiro a outubro, o déficit é de US$ 7 bilhões, uma variação negativa de 3,9% em comparação como mesmo período de 2013. O saldo mês de outubro também é negativo em US$ 800 milhões. Riso explicou que continua o processo de deterioração da balança comercial das 19 cidades abrangidas pela Regional do Ciesp-Campinas. A queda acentuada das exportações, nos últimos meses, para a Argentina tem impactado na piora do saldo comercial, embora tenha diminuído a participação chinesa, americana e alemã nas importações da região.

      O economista da Facamp, José Augusto Ruas, comentou que a Pesquisa Sondagem Industrial, apontou uma piora em todos os indicadores de resultados (produção, número de funcionários, vendas, estoques, inadimplência e utilização da capacidade instalada), incluindo os aumentos de custos (trabalhistas, de matéria-prima e com água, energia e transporte). Ruas acrescentou que a piora nesses índices, contribuiu para contaminar o planejamento de investimentos das indústrias da região para os próximos meses.

      Fechando a apresentação das pesquisas de final de ano, o Ciesp-Campinas e a Facamp apresentaram uma pesquisa sobre os investimentos da indústria regional em 2015. O diretor do Ciesp-Campinas, José Nunes Filho, afirmou que em 2014, as indústrias associadas devem investir em torno de R$ 90 milhões, mas esse valor somente poderá ser confirmado nos próximos meses. Já para 2015, são previstos investimentos menores por parte da indústria regional - cerca de R$ 80 milhões, em função da queda acentuada do PIB  ao  longo de 2014. Nunes ressalta que esse volume de investimentos está condicionado a uma melhora no ambiente de negócios nos primeiros meses de 2015.

       

      Após a coletiva aconteceu a comemoração de aniversário do Sr. Natal membro da diretoria do Ciesp e o almoço de confraternização com a imprensa.




  • VIP IN TOUCH

  • CONTACT

  • Revista Vip Virtual

  •