• COBERTURAS


      06/12/2017 | CIESP Campinas - Indicadores
      Local: Rua Padre Camargo Lacerda, 37
      Cidade: Campinas
      Cobertura por: Augusto Barretto

      A apresentação para a Imprensa do Balanço de 2017 e Perspectivas para 2018, pelo diretor titular do Ciesp-Campinas, José Nunes Filho e pelo representante  da  Facamp José Augusto Ruas, aconteceu na sede do Ciesp-Campinas, em seguida o Almoço de Confraternização do Ciesp-Campinas com  a Imprensa, no American Bar da sede da entidade.

      CIESP-CAMPINAS-FACAMP-EXPECTATIVAS 2018 ‘RETOMADA É LENTA, MAS CONSISTENTE’, AVALIA DIRETOR DO CIESP-CAMPINAS

      Na coletiva de Imprensa e almoço de encerramento do ano, nessa quarta – 6 de dezembro, o diretor do Ciesp-Campinas, José Nunes Filho, avaliou que a indústria regional apresenta retomada lenta, mas consistente e principalmente com saldo positivo na geração de empregos. “Estamos nos baseando nos números de empregos de outubro e no acumulado do ano da indústria da região de Campinas”, justificou o diretor. No mês de outubro a indústria da Regional Campinas do Ciesp gerou saldo positivo de 650 contratações e no acumulado no ano de janeiro a outubro foram 1.050 novos postos de trabalho, embora no acumulado dos últimos 12 meses, o saldo ainda é negativo com 2.100 demissões.

      Para o diretor do Ciesp-Campinas um dos aspectos mais positivos, tem relação com a geração de emprego pela indústria regional, que reflete o mesmo comportamento que ocorre no País. “Os indicadores como taxa de juros – que deve ficar em torno de 7% e a inflação – que não deve passar de 3% ao ano, apontam para uma retomada em 2018, embora para que esse ambiente continue com essa tendência, a Reforma da Previdência precisa ser aprovada, para que se acabe com os privilégios”, acrescentou Nunes.

      O economista da Facamp, José Augusto Ruas, afirmou ao analisar a Sondagem Industrial, que os dados consolidados nesse final de ano são positivos, quando comparados com os números muito negativos de meses anteriores e que ainda se refletiam no primeiro semestre desse ano. “O cenário é melhor, com crescimento de produção e vendas, aparecendo isso no emprego e em outros indicadores, embora a lucratividade desses empresários ainda não tenha recuperado a sua força. Por tudo isso, imaginamos que 2018 será melhor que esse ano”, explicou Ruas.

      Na Sondagem Industrial Ciesp-Campinas-Facamp, 68,2% dos empresários responderam que as vendas e os investimentos em 2018 ‘apresentarão resultados parcialmente melhores que em 2017’.  As outras respostas foram: Mesmo desempenho de 2017 (9,1%); Crescimento consistente de vendas (13,6%) e Crescimento consistente de vendas e investimento (9,1%).




  • VIP IN TOUCH

  • CONTACT

  • Revista Vip Virtual

  •