• Gastronomia

      22/09/2017 | Vila Paraíso no Dia Nacional do Sorvete

      Sábado, dia 23 de Setembro, é comemorado  o Dia Nacional do Sorvete

      Dicas de sobremesas do Restaurante Vila Paraíso que levam este refrescante produto

      Dia 22 de setembro, data que marcada a chegada da Primavera, os restaurantes dos distritos de Joaquim Egídio e Sousas, em Campinas (SP), celebram a estação das flores com a abertura do 4º Festival Gastronômico da Primavera. A edição de 2017, que se estenderá até o dia 15 de outubro, terá inicio nas casas e com um festival na Praça Beira Rio, em Sousas. O Restaurante Vila Paraíso e a Padoca do Vila, estão participando pela primeira vez, servirão pratos diferenciados nos dois eventos, criados pelo Chef Ricardo Barreira.

      Para o Festival da Praça, nos dias 22, 23 e 24, o Restaurante Vila Paraíso servirá um lanche de Pernil na baguete da Padoca, acompanhado de vinagrete de cajú (R$ 15,00), Dadinhos de Tapioca com molho agridoce de pimenta (R$ 10,00) e Bolo de Sorvete com calda de chocolate (R$ 10,00). Por sua vez, a Padoca do Vila estará servindo pão de queijo recheado com doce de leite ou requeijão com azeitona e Açai na Tijela com banana e  granola artesanal da Padoca (R$ 20,00).

      Para os clientes que forem até o Vila Paraíso no período do Festival, o Chef Ricardo elaborou um menu exclusivo para a estação, composto de uma entrada, prato principal e sobremesa, ao valor fixo de R$ 59,90. Para abrir a refeição, o cliente degustará pasteizinhos sortidos (carne seca, queijo e carne), acompanhados vinagrete de cajú. Para o prato principal, a escolha foi um filé de peixe (Badejo) preparado ao forno com cebola, tomates e batatas, guarnecido por arroz com amêndoas. E para fechar a refeição, um Brownie de Chocolate com sorvete de creme.

      Na Padoca do Vila, um empreendimento com pouco mais de seis meses de vida, onde as pessoas podem degustar um café da manhã ao ar livre, com uma proposta totalmente inovadora do que se encontra em padarias tradicionais, o público poderá saborear o combo especial "Mimos da Padoca", composto por seis itens. Porém, caso o cliente não queira consumir o valor total no mesmo dia, ele poderá gastar o que sobrou da cartela até o final do Festival.

      Segundo a Gerente de Marketing do Restaurante Vila Paraíso e da Padoca do Vila, Fernanda Barreira, o Festival Gastronômico da Primavera é organizado pela Adegas (Associação dos Dirigentes de Estabelecimentos de Gastronomia), núcleo de Joaquim Egídio e Sousas, e tem como objetivo fomentar os estabelecimentos associados e, ao mesmo tempo, apresentar ao público a alta gastronomia da região, a custos especiais.
       

      SOBRE O RESTAURANTE VILA PARAÍSO

      Inaugurado há 16 anos, o Restaurante Vila Paraíso mantém a tradição de oferecer música de qualidade para os frequentadores da casa durante o horário do jantar. A casa está localizada em uma área de 300 mil m2, cercada por mata nativa da Área de Proteção Ambiental (APA). O espaço proporciona aos visitantes uma sensação única, em um ambiente bucólico e aconchegante, para encontros informais entre amigos e família.

      Quem aprecia o contato com a natureza exuberante, experiências gastronômicas, novas sensações no paladar e informalidade, vai se sentir em casa no Restaurante Vila Paraíso.

      Para completar a tranquilidade nas refeições, a casa oferece um amplo estacionamento, com o serviço de manobristas, sem custos adicionais.
       

      SOBRE O DISTRITO DE JOAQUIM EGÍDIO

      Joaquim Egídio e Sousas ocupam uma área de aproximadamente 222 quilômetros quadrados de extensão. Eles fazem parte da APA (Área de Proteção Ambiental) de Campinas, área de maior concentração de matas naturais e águas, com 60% da Mata Atlântica remanescente e de vegetação rara, típica de ambientes rochosos. Estão localizados a cerca de 15 km do centro da cidade, sendo que Joaquim Egídio faz limites com os municípios de Morungaba, Pedreira e Valinhos.

      Eles ainda preservam ruas de paralelepípedo, casario histórico, rios e cachoeiras. Os dois pequenos distritos, contraponto ao movimento de Campinas, ganham vida nos fins de semana, quando bares e restaurantes abrem as portas para receber de famílias a ciclistas, de casais de namorados a jipeiros. Eles se transformam no principal polo gastronômico de Campinas, além contarem com uma temperatura típica de montanhas, com os termômetros chegando a menos de 10ºC nos dias de inverno.





  • VIP IN TOUCH

  • CONTACT

  • Revista Vip Virtual

  •